Recaída na Dependência Química

Em casos raros, mesmo após a primeira tentativa, alguns indivíduos têm uma recaída e voltam a realizar o consumo de drogas ou álcool. Quando isso acontece, o segundo tratamento deve ser especializado e diferenciado, de modo a atender as reais necessidades e particularidades deste público.

Geralmente, a recaída na dependência química ocorre quando o primeiro tratamento terapêutico/internação não é baseado nas experiências individuais do dependente.

Um tratamento terapêutico de qualidade é aquele que não só interrompe por completo o consumo de álcool e demais substâncias psicoativas. Ele também dá razões reais para que o indivíduo não faça mais isso. Não à toa, as medidas terapêuticas (realizadas tanto individualmente como em grupo) buscam mostrar ao paciente que a sua reinserção na sociedade será muito mais saudável e agradável caso as drogas não voltem a fazer parte do seu dia a dia.

Levando tais aspectos em consideração, a clínica de reabilitação Internar proporciona um tratamento diferenciado para os indivíduos que já tentaram se livrar da dependência química anteriormente. O tratamento é redimensionado, sendo ele focado principalmente nas causas que levaram à recaída. Além disso, a desintoxicação por completo do organismo, aliada a um programa terapêutico/comportamental que vise solucionar problemas de origem psiquiátrica ou psicológica também fazem parte deste tratamento.

Não à toa, na clínica de reabilitação Internar o tratamento para os recaídos é exclusivo, sendo ele baseado em um programa diferenciado das demais dinâmicas, abordagens e práticas. A ênfase aqui é dada para os motivos que levaram o indivíduo a utilizar a droga novamente.

A incidência de quem volta a utilizar drogas ou álcool após um tratamento completo é de menos de 10%. Para voltarem atrás na escolha tomada anteriormente com tanto cuidado, problemas com ansiedade, depressão ou até mesmo separações causadas na família ou no grupo de amigos após a primeira internação costumam estar entre as principais razões para que o consumo de substâncias psicoativas seja retomado.

Sendo assim, o foco do tratamento deve estar no motivo que levou o indivíduo a ter a recaída. As abordagens utilizadas pela clínica de reabilitação Internar, neste sentido, são tanto clínicas como, especialmente, psicoterapêuticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *