Terapia Sistêmica

A Clínica Recuperação Internar tem como foco a reabilitação de pacientes dependentes químicos e alcoólatras. Para alcançar este objetivo, um dos métodos utilizados na clínica é a Terapia Sistêmica, que consiste em analisar as relações que fazem parte da vida do paciente. O terapeuta busca compreender o indivíduo dentro de ambientes como escola, trabalho e dentro da família.

A Terapia Sistêmica teve origem nas décadas de 40 e 50. A Teoria Sistêmica entende que o mundo é composto por relações, seja entre pessoas, ambientes ou fatos, tudo está ligado. A forma como cada pessoa interpreta essas relações é o que determina os comportamentos individuais.

As sessões podem ser individuais, com casais ou famílias, vai depender de cada caso. Experiências vividas no ambiente familiar durante a infância podem ser responsáveis por comportamentos da vida adulta. Diante disso, a Terapia Sistêmica busca alterar padrões de relacionamentos para melhorar a forma como o paciente interage com as pessoas que o cercam.

Muitas pessoas passam anos prometendo não repetir os erros que observam em seus pais. No entanto, após casar e começar a formar a própria família, acabam cometendo as mesmas falhas na relação com o cônjuge e com os filhos. Muitas dessas reações são automáticas e apenas a Terapia Sistêmica pode dar ao paciente o controle de seus atos, de forma a evitar a insatisfação com o próprio comportamento.

Benefícios da Terapia Sistêmica

O método faz com que o paciente encare de frente as memórias que geram desconforto para, então, aprender a reconstruir a forma como se relaciona com o mundo de forma mais saudável. Ao descobrir novos caminhos dentro de suas relações, o paciente pode se libertar de vícios e hábitos criados ao longo dos anos.

O paciente passar a ter autocontrole emocional a partir do momento em que muda sua visão de mundo. É preciso compreender sentimentos do passado para poder assumir o controle das ações tomadas no momento atual. A Terapia Sistêmica abre as portas para gerar independência, confiança e amor próprio. Para ter sucesso, o tratamento deve ser conduzido por uma equipe especializada e experiente.