Terapia Cognitiva Comportamental

O Dr. Aaron Beck foi o responsável pelo desenvolvimento da Terapia Cognitiva Comportamental (TCC). Ele foi professor de Psiquiatria da Universidade da Pennsylvania, nos EUA. O método tem o objetivo de alterar padrões de comportamento e, para isso, utiliza uma combinação de técnicas e estratégias terapêuticas.

A TCC defende que a reação das pessoas em relação ao mundo é um reflexo da forma como cada um representa os eventos vividos, e não da vivência destes eventos de fato. Sabemos que não é possível alterar momentos vividos, mas a possibilidade de trabalhar para mudar a representação destas memórias é o que torna a TCC eficaz, apresentando resultados significativos em cerca de seis meses.

A base do método é a reinterpretação de fatos que geram emoções negativas, como tristeza e raiva. Essas emoções, quando não são trabalhadas, podem alterar o comportamento e levar ao uso de drogas ou álcool. A Clínica Tratamento Dependência Química Drogas e Álcool (Ctes) acredita que a TCC vem para mudar a forma de encarar a realidade, para que as pessoas já não precisem fugir de seus pensamentos.

Talvez o maior benefício da Terapia Cognitiva Comportamental seja o fato de responsabilizar o paciente por suas emoções. A partir do momento em que o paciente se enxerga como único responsável pelo que sente e pela forma como encara o mundo, ele passa a ter em suas mãos a possibilidade de lutar de forma independente. Isso permite que ele siga uma vida plena e que logo possa receber alta e ser liberado das medicações que possam ser necessárias no começo do tratamento.

Como funciona a Terapia Cognitiva Comportamental

O primeiro passo na TCC é incentivar o paciente a falar sobre suas emoções. É importante saber se os sintomas estão ligados a algum ambiente, como escola ou trabalho; a origem pode ser um fato do passado ou algo mais recente; é possível, também, que o motivo seja um parente ou alguém próximo. Colher dados e definir a origem das mudanças comportamental abre as portas para a mudança necessária.

Em seguida, é preciso definir os meios necessários para a mudança. Isso pode envolver mudança de ambiente ou a colaboração de outras pessoas, por exemplo.

É cientificamente comprovado que a TCC tem resultados duradouros no tratamento de casos como depressão, esquizofrenia, transtornos de ansiedade, dentre outros.